Wayne Shorter

http://www.ejazz.com.br/detalhes-artistas.asp?cd=165

Compositor e saxofonista, Wayne Shorter é considerado um dos mais influentes músicos do jazz moderno. Nascido no dia 25 de agosto de 1933 em New Jersey, freqüentou a NYU, onde se graduou em artes. Por um curto período, antes de entrar para o exército em 1956, Shorter toca na banda de Horace Silver e, ao sair de lá, excursiona com a Big Band de Maynard Ferguson. No mesmo ano entra para os Jazz Messengers de Art Blakey, onde permanece por cerca de quatro anos, ganhando maior notoriedade e recebendo o prêmio de Saxofonista Revelação da revista Down Beat.

O ano de 1964 foi especialmente prolífico para Shorter, que gravou três obras-primas do jazz – Night Dreamer, Ju Ju e Speak no Evil – antes de deixar os Jazz Messengers para juntar-se à segunda formação do quinteto de Miles Davis, que contava ainda com a participação de Herbie Hancock, Ron Carter e Tony Williams.

Wayne Shorter é considerado por muitos a amálgama desta legendária formação, da qual faria parte até 1970. Improvisador de grandes recursos, passou a ser o saxofonista mais destacado dentro da cena jazzística depois da morte de John Coltrane. Em 1970, sai para formar a espinha dorsal do grupo Weather Report junto com o pianista e tecladista austríaco Joe Zawinul, com quem já havia tocado na orquestra de Maynard Ferguson. Shorter permanece no Weather Report até 1985, e nesta época sua fama já extrapolava os meios jazzísticos, o que o levou a participar de álbuns de músicos pop como Joni Mitchell e Steely Dan.

Seu disco solo de 74, Native Dancer, é considerado um clássico e conta com a participação de grandes músicos, como os brasileiros Milton Nascimento e Airto Moreira alem de Herbie Hancock. Participou do filme Round Midnight e da respectiva trilha sonora (que deu o Oscar a Hancock), onde toca ambos os saxofones.

Seja em sua carreira solo ou junto ao Weather Report, Shorter ajudou a redefinir novas fronteiras musicais, adicionando ao jazz elementos da música clássica, do rock e sons eletrônicos. Exceto por alguns curtos períodos de descanso, Shorter tem excursionado com bastante freqüência mundo afora e como outros grandes do jazz tem revelado jovens talentos. Não se deve esquecer o fato de que Shorter é também um grande compositor de temas, que se tornaram verdadeiros standards do jazz moderno.

(FJ / VAB)

Anúncios

Um comentário sobre “Wayne Shorter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s